DESTAQUES

Notícias

Trabalho remoto exige disciplina e organização

25 de Março de 2020 10:15:32


Para colaborar com o isolamento social, medida indicada pelas autoridades de saúde para contenção do coronavírus, diversas empresas e órgãos públicos permitiram o home office (trabalho em casa) como uma das formas de flexibilizar a jornada de trabalho de seus empregados e servidores.

A Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) não ficou de fora desse esforço e implementou o trabalho a distância nas áreas da Casa que podem realizar atividades remotamente, por meio de deliberações publicadas na última semana no Diário do Legislativo.

O titular da Gerência-Geral de Gestão de Pessoas da ALMG, Henderson Domingos, dá dicas que são úteis não só ao funcionamento da área administrativa da Assembleia, mas a todos que estão em situação semelhante, tentando desempenhar suas funções a distância.

“(Na ALMG) o plano de trabalho deve contemplar um levantamento das tarefas que podem ser feitas fora da sede e os seus respectivos prazos. Esse planejamento deve ser repassado às equipes para que elas se organizem  de forma a cumprir as funções determinadas para o setor”, relata. 

Conforme esclarece o gerente, para que o home office tenha resultados satisfatórios, é importante seguir determinadas orientações. “O teletrabalho tem algumas vantagens, como a flexibilidade de horário, que é de grande valia nesse momento de isolamento social. No entanto, exigirá maior organização do servidor para compatibilizar o trabalho com a rotina doméstica, que pode estar mais turbulenta com a interrupção das aulas escolares”, frisa. 

Segundo Henderson, mais do que se preocupar com um horário rígido, o trabalhador deve estar atento às entregas combinadas com o seu gestor. “Como as atividades serão feitas no ambiente doméstico, o importante é acordar os prazos para a finalização das tarefas”, enfatiza.

Hendenson reforça ainda outros pontos que devem ser considerados no home office, que valem tanto para servidores da ALMG como para profissionais que se encontram nessa mesma situação:

Verificar a possibilidade de acesso a documentos e sistemas remotamente.
Definir em casa seu ambiente de trabalho, longe de distrações e com os recursos mínimos para execução das atividades, como um computador ou notebook, telefone, internet, mesa e cadeira apropriadas.
Ser disciplinado, ou seja, não se envolver em tarefas domésticas no momento em que estiver realizando as funções de trabalho.
Ter cautela com as informações relacionadas à empresa ou ao órgão público onde trabalha, para que não sejam compartilhadas com terceiros. 
Na ALMG, a Gerência-Geral de Tecnologia da Informação fez uma relação dos sistemas, aplicações e recursos da Casa que podem ser usados remotamente e está oferecendo suporte on-line para sanar dúvidas dos servidores.

O setor indica algumas ferramentas gratuitas que podem ser usadas para facilitar o trabalho remoto e a comunicação entre a equipe, acessíveis também a qualquer cidadão que tenha interesse: videoconferências pelo Whatsapp para até quatro pessoas; Google Docs, para edição colaborativa de documentos; e o pacote LibreOffice - para edição de texto, tabela e apresentações -, que pode ser instalado gratuitamente. 

Fonte: Assembleia Legislativa de Minas Gerais / Foto: Luiz Santana 


<<< VOLTAR

Confira também:







SERJUSMIG :: Rua Guajajaras, 1984 - Barro Preto - CEP 30180-109 - Telefone: (31) 3025-3500 - Fax: (31) 3025-3521
Design por: Interlig
Desenvolvido por: Masterix Sistemas