DESTAQUES

Notícias

Guedes terá que explicar comentário em que ataca Servidores Públicos

26 de Maio de 2020 19:39:08


Hoje, 26, foi publicada decisão do juiz Hilmar Castelo Branco Raposo Filho, da 21ª Vara Cível de Brasília-DF, que intima o ministro da Economia, Paulo Guedes, a prestar explicações à Justiça em razão da frase em que chama Servidores Públicos de parasitas.

A convocação a Guedes responde a ação movida pela Federação Nacional dos Trabalhadores do Judiciário nos Estados (Fenajud) no dia 22 de fevereiro, questionando o Ministro pela fala de que o servidor “virou um parasita”.  

Para a entidade o ministro passou de todos os limites quando fez ofensas aos trabalhadores do serviço público brasileiro ao proferir a seguinte frase: “O funcionalismo teve aumento de 50% acima da inflação, tem estabilidade de emprego, tem aposentadoria generosa, tem tudo. O hospedeiro está morrendo. O cara virou um parasita, o dinheiro não chega no povo e ele quer aumento automático”, afirmou o Ministro.

A Fenajud aponta ainda que Guedes “insiste em insinuar que o déficit do orçamento da União é por culpa exclusiva dos servidores e aposentados”, mas “em nenhum momento questiona o governo quanto ao pagamento dos juros da dívida pública para meia dúzia de banqueiros que não produzem nada para o desenvolvimento do país como nação”.

A decisão judicial estipula o prazo de 15 dias para que o ministro responda: “Defiro a interpelação, como requerido. Expeça-se mandado de citação para que a parte requerida tenha ciência do presente procedimento e preste as informações que julgar pertinentes”, declara o texto. 

As afirmações de Guedes, quando se refere aos Servidores, ignoram os milhares de trabalhadores brasileiros que dia após dia, em meio à pandemia ou não, laboram pela garantia de direitos à população em diversas áreas, a exemplo da saúde, segurança pública, justiça, dentre outras.

A Fenajud, representante dos sindicatos de base, tem como uma de suas Coordenadoras-Gerais, Sandra Silvestrini, Vice-Presidente do SERJUSMIG, e Rui Viana, Presidente do SERJUSMIG, como Conselheiro Fiscal da Federação.

O SERJUSMIG, que já vem atuando firme diante dos ataques de Paulo Guedes, conforme Nota de Repúdio publicada na última semana, prepara novas medidas políticas e jurídicas, visando à responsabilização do Ministro Paulo Guedes diante dos ataques cada vez mais recorrentes aos Trabalhadores do Setor Público.

Os servidores públicos não são parasitas, saqueadores, assaltantes ou inimigos. Os servidores públicos são a ponte existente entre o Estado e a população, sobretudo em relação às pessoas mais carentes e que dependem exclusivamente do Estado para terem um pouco de dignidade.

Sem servidor público não há saúde pública, não há educação pública, não há segurança pública!

Sem servidor público, não há Justiça!

E quando tudo for privado
O povo será privado de tudo!
Ricardo Freitas

 

Com informações: Revista Fórum
Arte: Edson Rimonatto


<<< VOLTAR

Confira também:







SERJUSMIG :: Rua Guajajaras, 1984 - Barro Preto - CEP 30180-109 - Telefone: (31) 3025-3500 - Fax: (31) 3025-3521
Design por: Interlig
Desenvolvido por: Masterix Sistemas