DESTAQUES

Notícias

Plenária Nacional Contra a Reforma Administrativa e em Defesa da Vida debate conjuntura

17 de Junho de 2021 18:14:52


Atividade aconteceu nesta quarta-feira (16), no canal da Fenajud no YouTube, das 14h às 18h. Ao longo da tarde diversos membros do Parlamento Federal, entidades sindicais e servidores da base debateram a conjuntura em torno da PEC 32/2020 e os prejuízos que ela trará para o país. 

A primeira reunião de trabalho da Comissão Especial da Reforma Administrativa (PEC 32/20), aconteceu nesta quarta-feira (16). Nela o relator, deputado Arthur Oliveira Maia (DEM-BA), apresentou plano para realização de 12 audiências públicas. No mesmo dia a Fenajud (Federação Nacional dos Trabalhadores do Judiciário nos Estados) realizou a Plenária Nacional contra a Reforma Administrativa e em Defesa da Vida com convidados de todos os segmentos para comentar a PEC e quão danosa ela pode ser para os servidores, as servidoras e a população.

A atividade foi aberta pelas coordenadoras da Fenajud, Arlete Rogoginski e Ana Carolina Lobo, que falaram sobre a Reforma Administrativa e fizeram um resgate das atividades de resistência (atos presenciais e virtuais, atuação na frente parlamentar mista, entrega da petição ao presidente da Câmara, pressão pelas redes sociais) e também sobre a CPI Covid, no âmbito das investigações e depoimentos que reforçam a ausência de política por parte do governo na condução da pandemia.

Na primeira parte da atividade as coordenadoras receberam as deputadas e os deputados, Erika Kokay, Pompeu de Matos, Fernanda Melchiona e Rogério Correia, que denunciaram publicamente os prejuízos que a reforma trará à população, ao atingir diretamente a oferta e qualidade de serviços públicos essenciais como Saúde, Educação e Justiça. O deputado Rogério, que é membro da Comissão Especial da Reforma Administrativa levou ao conhecimento da Plenária os últimos acontecimentos no Congresso Nacional.

Além deles, também estiveram presentes o representante da Frente Parlamentar Mista do Serviço Público, Vladimir Nepomuceno e os professores, Plínio de Arruda e Jones, além de Mariel Lopes, economista do Dieese. A fala foi uníssona e no mesmo sentido de que a PEC 32/2020 é considerada “um verdadeiro retrocesso”. Mariel relembrou um dos mitos, ao citar as comparações entre as remunerações do setor privado com o setor púbico, em sua maioria impossíveis de se fazer, mas ainda assim, propagandeadas.

O terceiro bloco contou com a participação dos representantes da Fenamp e Fenajufe, por meio de Alberto Ledur, Edson Borowski e Roberto Policarpo, respectivamente. Neste momento foi apresentado um vídeo de entrevista do relator na Comissão Especial, Arthur Maia, sobre a Reforma e as severas críticas ao funcionalismo e ao modelo de estado. Após o vídeo, os dirigentes comentaram a fala do deputado e fizeram críticas necessárias.

O coordenador da Fenajufe, Edson Borowski, analisou os impactos das reformas já sobre os atuais servidores, como no caso das aposentadorias futuras que serão comprometidas pela falta de novos servidores.

Enquanto isso, Roberto Policarpo atacou os prejuízos da reforma para os serviços públicos e traçou o cenário de agravamento social que a reforma trará, num país já destroçado pelo desemprego de mais de 15 milhões de trabalhadores.

 

Sindicatos presentes 

Além das personalidades políticas, houve grande participação da base, que somou mais de 1.500 pessoas na atividade. Ao longo da tarde os dirigentes falaram de seus estados e como tem sido a luta contra a aprovação da PEC 32/2020.

 

Militância Digital 

O coordenador de Imprensa e Comunicação da Fenajud, Cleyson Francisco, realizou duas intervenções durante o Ato, chamada de militância digital, que teve como objetivo envolver os participantes da Plenária em ações concretas nas redes sociais e e-mails dos deputados e deputadas que atuam na Câmara dos Deputados.  Na ocasião foi demonstrado como funciona o site de pressão digital naoapec32.org.br. A Federação enviou mensagem pré-redigida para que fossem enviadas por e-mail aos congressistas das duas casas parlamentares e especificamente ao relator, Arthur Maia.

 

Chamamento – 19J 

A fala que antecedeu o encerramento citou os atos do dia 19/06 em todo o Brasil. Como gancho, a Plenária chamou todos os servidores e servidoras e toda população do país a ir às ruas no chamado 19J, para lutar contra a Reforma, seguindo todas as medidas de segurança. Confira o vídeo:

 

Confira a Plenária na íntegra:

 

Fonte: Fenajud


<<< VOLTAR

Confira também:







SERJUSMIG :: Rua Guajajaras, 1984 - Barro Preto - CEP 30180-109 - Telefone: (31) 3025-3500 - Fax: (31) 3025-3521
Design por: Interlig
Desenvolvido por: Masterix Sistemas