DESTAQUES

Notícias

Centrais Sindicais: ‘Minirreforma’ trabalhista é ‘MP da Escravidão’

12 de Agosto de 2021 14:06:02


‘Minirreforma’ trabalhista é ‘MP da Escravidão’ – A ‘minirreforma’ trabalhista, apelidada assim depois da inclusão de um “pacotão trabalhista” por parte de um grupo de deputados em uma medida provisória aprovada na terça-feira deixou trabalhadores insatisfeitos na mesma medida em que agradou o governo. Nesta quinta-feira, 11, representantes de centrais sindicais criticaram a aprovação das mudanças e a falta de discussão do texto, que apelidaram de “MP da Escravidão”.

Já o secretário do Trabalho do Ministério do Trabalho e Previdência, Bruno Dalcolmo, defendeu as medidas e disse que são necessárias para aumentar a “resiliência” do mercado de trabalho.

Originalmente, a MP 1045 permitia às empresas reduzirem jornada e salário ou suspenderem os contratos de trabalho durante a pandemia. O texto, no entanto, foi modificado na Câmara e passou a incluir medidas que afrouxam regras de contratação de jovens e trabalhadores informais, com redução no Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

Além disso, os deputados ainda aprovaram mudanças na forma como as empresas pagam horas extras para algumas categorias. Os deputados ainda precisam terminar de analisar os chamados destaques (sugestões de mudanças) e depois o texto segue para o Senado.

Em resposta, onze representantes de sindicatos e centrais sindicais, como a Central Única dos Trabalhadores (CUT), Força Sindical e União Geral dos Trabalhadores (UGT) divulgaram uma nota em que repudiam os “jabutis” incluídos na medida – apelido dado para assunto que são incluídos em um projeto durante a tramitação e que não são relacionados ao texto original.

Você pode ler a matéria completa no Brasil Independente.

 

Foto: Ascom MPT Bahia/ Fotos Públicas
Fonte: Brasil Independente


<<< VOLTAR

Confira também:







SERJUSMIG :: Rua Guajajaras, 1984 - Barro Preto - CEP 30180-109 - Telefone: (31) 3025-3500 - Fax: (31) 3025-3521
Design por: Interlig
Desenvolvido por: Masterix Sistemas