DESTAQUES

Notícias

Três novos delegados contam por que decidiram assumir a tarefa. Eleja o Delegado Sindical na sua Comarca!

11 de Maio de 2022 18:01:21


Na estrutura do SERJUSMIG, existe uma figura que é a ponte entre o conjunto dos trabalhadores filiados e a direção sindical. São Servidores eleitos democraticamente, que atuam na ponta e são a voz e o rosto do Sindicato nas comarcas, tornando-o mais democrático. São os delegados e delegadas sindicais. Em uma categoria com mais de 13 mil trabalhadores e cerca de 11 mil filiados, a mediação dessas pessoas é imprescindível. 

 

Por que ser delegado?

Uma dessas pessoas é a assessora de juiz Elisângela Costa, da comarca de Nova Serrana. Trabalhando no TJMG há 11 anos, ela foi eleita no último mês como delegada. A Servidora resolveu se candidatar com o objetivo de ajudar os trabalhadores a participarem da vida do SERJUSMIG. 

“Quando eu voltei do último encontro de delegados, eu vi que ninguém sabia de muitas coisas, como a questão da migração previdenciária, por exemplo. Agora, na eleição, resolvi fazer parte para ficar mais por dentro e passar para os meus colegas”, relata. 

A subdelegada Marcela Moura e o delegado Cássio de Mendonça, da comarca de São João Nepomuceno, também se elegeram no atual processo eleitoral. Ela resolveu encarar o desafio inspirada pelo exemplo do representante que a precedeu. “Nosso saudoso Joaquim, o ‘Quim’, sempre foi muito participativo. Depois que ele pediu remoção, o cargo ficou vazio, o que me incomodava. Por isso, chamei o meu colega Cássio para participar”, lembra. 

Cássio, por sua vez, ressalta que, ao acompanhar as iniciativas do SERJUSMIG pela internet, sentiu vontade de contribuir com a luta. “Faço contato com Servidores para filiar, pois, em um Sindicato forte, os Servidores ficam fortes também. A comarca aqui tem uma interação boa. Há uma dificuldade com a distância do interior para a capital, mas isso é minimizado porque o Sindicato está sempre nos atendendo por WhatsApp, por e-mail ou por telefone”, avalia. 

 

Aproximar pelo diálogo

Além da distância das comarcas do interior, relatada por Cássio, outra dificuldade diz respeito ao pouco envolvimento de Servidores em alguns locais. Muitas vezes, o excesso de trabalho e o cansaço estão por trás do baixo envolvimento. Porém, os delegados reforçam a importância de os Servidores acompanharem as informações que o SERJUSMIG divulga. Marcela Moura conta que tem tentado superar essa distância sendo um canal por meio do qual os trabalhadores também possam se expressar no Sindicato. 

“Eles dão ideias, a gente leva os questionamentos. É exatamente essa soma de informações que faz com que o Sindicato esteja mais presente na vida de todo mundo. Nesses últimos anos, o que o Sindicato trouxe pra gente, as nossas reivindicações sendo alcançadas no Tribunal de Justiça demonstram muito isso. O Sindicato ouviu, ainda ouve, e os sindicalizados veem os resultados acontecendo”, defende. 

 

O que faz um/a delegado/a?

De acordo com o Regimento Interno do SERJUSMIG, no artigo 14, compete ao delegado: 

I - organizar a categoria no local de trabalho para os objetivos e fins definidos pelo Estatuto da entidade, encaminhando as deliberações e diretrizes estabelecidas pelas instâncias do sindicato e reuniões em cada local de trabalho;

II - organizar a participação da comarca em congressos, assembleias, reuniões e encontros determinados pela Diretoria Executiva e demais instâncias do Serjusmig;

III - atuar como elemento de ligação entre o seu local de trabalho e as Diretorias do Sindicato, encaminhando as demandas e reivindicações que emergem na sua comarca e região, divulgando todas as atividades e deliberações das demais instâncias do Sindicato;

IV - realizar trabalho permanente de sindicalização dos trabalhadores do judiciário, encaminhando à Diretoria Executiva propostas de novos sócios;

V - participar das reuniões do Conselho de Representantes, bem como dos demais encontros convocados pelas instâncias da categoria, levando as propostas de sua Comarca;    

VI - participar das atividades promovidas na região, auxiliando os Diretores Regionais.

Parágrafo único: aos vice delegados compete substituir os delegados em seus afastamentos e/ou impedimentos.

Também é por intermédio do delegado que uma comarca pode solicitar verbas para confraternizações e organizar os Servidores para receber informes, discutir e propor ações ao sindicato, de forma participativa.

 

O futuro do Sindicato

Tendo começado uma nova gestão no SERJUSMIG, após a posse no dia 11 de março, abriu-se o prazo para eleição dos novos delegados e vice delegados sindicais pelos próximos três anos. Todo associado pode se candidatar aos cargos, inclusive seus atuais ocupantes. 

O Sindicato sugere que seja agendada uma data, da qual sejam cientificados todos os filiados da comarca, para que os interessados em disputar os cargos possam se inscrever. A partir do término dessa data, então, que seja designado o dia para realização da eleição.

Para que um candidato seja eleito, é preciso receber 50% + 1 dos votos dos Servidores sindicalizados da comarca. Uma vez eleitos os novos representantes, é preciso enviar ao Sindicato um comunicado oficial contendo os nomes.

Em ofício do novo presidente do SERJUSMIG, Eduardo Couto, estão dispostas as atribuições e deveres dos delegados sindicais, bem como as orientações para o processo eleitoral. Abaixo, os documentos a serem utilizados na eleição: 

FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO 
ATA DE ELEIÇÃO
TERMO DE POSSE

Eduardo Couto, atual presidente do Serjusmig, que começou sua trajetória no Sindicato como vice delegado e, depois, delegado sindical na Comarca de Buritis, localizada no Noroeste do Estado, a 750 quilômetros da Capital, destaca a importância do delegado para a luta organizada da categoria: “nós, que estamos na diretoria, somos uma parte importante da construção deste instrumento de luta dos trabalhadores. Mas o nosso trabalho deve evoluir conectado com essa outra parte imprescindível, que é o conjunto dos delegados. Só eles têm condições de saber, em tempo real e da maneira mais concreta possível, os problemas que o Servidor enfrenta nas comarcas, onde o trabalho do Poder Judiciário acontece. Por isso, depositamos muitas expectativas sobre este processo eleitoral, que é decisivo para o futuro de toda a categoria”, afirma.

Na última gestão (2019-2022), 204 Comarcas realizaram eleição para escolha dos seus representantes. O objetivo da atual Diretoria é que todas as 296 Comarcas fora da Capital promovam as escolhas e possam participar efetivamente do dia a dia da atividade Sindical.

As Comarcas ainda podem realizar as eleições para escolha de seus representantes. Para dúvidas e esclarecimentos sobre como participar, entre em contato com Elexsandra, pelo telefone (31) 99765-5022, ou e-mail asses.sjm@serjusmig.org.br.

 

SERJUSMIG
Unir, Lutar e Vencer


<<< VOLTAR

Confira também:







SERJUSMIG :: Rua Guajajaras, 1984 - Barro Preto - CEP 30180-109 - Telefone: (31) 3025-3500
Design por: Interlig
Desenvolvido por: Masterix Sistemas